Ilha do Francês - Florianópolis

Uma pequena ilha que gera uma grande recordação.

Florianópolis, a Ilha da Magia, não é a única ilha da região. Na verdade, Florianópolis e suas redondezas são um sonho para quem gosta de ilhas: Ilha de Anhatomirim, Ilha do Campeche, Ilha do Arvoredo e a Ilha do Francês.

Hoje vamos falar sobre a Ilha do Francês: uma pequena Ilha paradisíaca localizada na região norte de Florianópolis com cerca de quase 60 mil m², águas calmas e de temperatura agradável com um visual sensacional.

Próxima às praias de Jurerê e de Canasvieiras- cerca de 1km-, muitos já a viram de longe, porém, poucas pessoas vão de verdade até a Ilha conhecer a sua beleza, o que a torna mais tranquila do que outras praias e locais de Banho durante o badalado verão catarinense, dando uma certa “exclusividade” à Ilha.

Falando sobre pontos de banho, a Ilha tem duas pequenas praias com águas calmas, típicas de baías, muitas pessoas aproveitam essas características para “atracar” suas embarcações, realizar Stand Up Paddle- espécie de Surf em pé-, e mergulhar!

Inclusive, nós do barco pirata não somos exceção: uma parada de cerca de 20 minutos para se refrescar nas belas águas da Ilha do Francês faz parte do nosso roteiro,  fazendo muito sucesso com os turistas.

A Ilha do Francês é pequena, mas tem muito a oferecer:

Rica em Natureza

A ilha do Francês tem cerca de 60 metros de comprimento e 8 de largura com rochas e mata atlântica por todos os lados, típico da região.

Porém, graças aos seus donos, a ilha também tem diversidade de plantas e flores trazidas de outros locais para embelezar ainda mais a vista.

Inclusive, há um orquidário, aglomerado de orquídeas, na área e um jardim com flores raras trazidas de todos os cantos do mundo pelo Dono da Ilha,  um argentino milionário que amava o local.

Formações rochosas rodeiam a ilha, inclusive algumas pessoas vão até elas para retirar fotos ou para descansar pegando sol.

A Ilha tem duas praias, uma maior e mais badalada que a outra menor que não é tão usada.

A praia maior tem uma faixa de areia branca-amarelada e pouquíssimas ondas como você pode ver na foto abaixo:

Muitas pessoas aproveitam para nadar, aproveitando a temperatura agradável durante o período mais quente, geralmente de novembro até março.

Nessas águas também existe vida marinha, como peixes e outros animais, até mesmo golfinhos podem aparecer por ali.

É possível notar as embarcações que estacionam nas redondezas e ficam por ali, alguns pescando, outros fazendo um churrasco e curtindo o visual.

Casa Ilha do Francês

História da Ilha do Francês

Talvez você tenha notado as casas que existem na ilha.

Bem, elas estão porque os donos da Ilha do Francês a botaram lá.

Na verdade, a ilha tem esse nome por uma razão: acredita-se que a ilha foi de um francês por muito tempo, um veterano de guerra do exército de Napoleão Bonaparte.

Embora a ilha tenha tido muitos outros donos de outras etnias após o francês, o nome continua sendo o mesmo.

Mas a ilha já foi também do Inglês, do Alemão/Luxemburguês e atualmente do Argentino.

Para ser mais exato, dos netos do Argentino Antônio Muniz Barreto responsável por parte da beleza da Ilha do Francês, ele que incrementou o orquidário, criado pelo dono alemão, e o jardim de flores.

Era verdadeiramente apaixonado pela Ilha e tinha como último desejo rever a ilha antes de morrer, o que aconteceu graças aos seus filhos, uma cena emocionante segundo os empregados do argentino.

Você pode acompanhar a linha do tempo da Ilha abaixo:

Como Chegar até a Ilha do Francês

Existem diversas formas de chegar até a ilha, algumas mais divertidas, outras mais perigosas, mas acredito: você consegue conhecer esse paraíso!

Algumas pessoas tentam ir nadando desde Canasvieiras ou Jurerê até a Ilha do Francês, são cerca de 2500 metros de nado ida e volta. Não é uma opção segura, pois pode haver mudança de tempo ou uma simples fadiga e se não houver ninguém para ajudar, há grandes riscos de morte por afogamento.

Quem fadiga no caminho , geralmente, é socorrido pelas embarcações que passam pelo local.

Há até mesmo eventos para fazer jornada a nado, como a TRAVESSIA FLORIPA SLSC “ILHA DO FRANCÊS ”  em que cerca de 100 nadadores treinados nadam por cerca de 30 minutos até chegar na ilha, param e recompõem a energia por lá, e voltam nadando novamente.

Se você não quiser arriscar, a forma mais divertida e segura de ir é com certeza o Passeio de Barco Pirata, que tem a Ilha do francês no roteiro, como você pode ver abaixo:

  • -> Saída do Trapiche de Canasvieiras;
  • -> Passagem pela Baía dos Golfinhos;
  • -> Parada para almoço na Praia da Costeira da Armação (Opcional);
  • -> Ilha de Anhatomirim (Tão incrível como a Ilha do Francês);
  • -> E finalmente a parada para banho na Ilha do Francês.
  • Gostou do roteiro? Então faça sua reserva antes que acabem todas as vagas do Barco Pirata.

Ou se você preferir algo mais caro, pode ainda ir de lancha ou até mesmo de jet ski até lá e aproveitar a ilha por quanto tempo quiser, tome cuidado com os banhistas e sempre tenha um motorista que sabe conduzir com você.

De qualquer forma, será uma memória inesquecível com toda certeza!

Mais fotos da ilha do Francês abaixo:

Shopping Basket